Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Notícias > Notícias > Mestrado PROFEPT
Início do conteúdo da página

Mestrado PROFEPT

Mestrado: Prof-EPT lançará edital no início de 2017

O Comitê Gestor do Mestrado Profissional em Educação Profissional e Tecnológica (Prof-EPT), que será ofertado em rede, reuniu-se entre os dias 3 e 5 desta semana, em Vitória, para definir questões sobre a implantação e a organização das atividades. O lançamento do primeiro edital do Prof-EPT está previsto para o início de 2017. Serão ofertadas até 400 vagas para servidores (docentes e técnico-administrativos) e público externo.

Após a divulgação do edital para seleção de alunos, a expectativa é que as inscrições aconteçam entre fevereiro e março de 2017. Em abril, althaverá um exame nacional que acontecerá no mesmo dia, e ao mesmo tempo, nos 18 polos. Formatado para ser semipresencial, o curso terá 510 horas de atividades didáticas e duas linhas de pesquisa: Práticas Educativas em EPT; e Gestão e Organização do Espaço Pedagógico em EPT. logo profeptcor 1

Coordenado pelo Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes), o mestrado também terá polos nos institutos federais do Amazonas (Ifam), da Bahia (IFBA), do Ceará (IFCE), Farroupilha (IFFar), Fluminense (IFF), Goiano (IF Goiano), de Goiás (IFG), do Paraná (IFPR), de Pernambuco (IFPE), do Rio Grande do Norte (IFRN), do Rio Grande do Sul (IFRS), de Santa Catarina (IFSC), de São Paulo (IFSP), de Sergipe (IFS), do Sudeste de Minas Gerais (IF Sudeste MG), Sul-rio-grandense (IFSul) e do Triângulo Mineiro (IFTM).

Participaram da reunião desta semana, representantes do Ifam, IFBA, IFCE, IFG, IF Sudeste MG, IFSul, IFRS e IFF. “Temos definidos um planejamento de reuniões com os coordenadores locais, de visitas aos polos, e ainda definições sobre funcionamento e ofertas dos cursos, além de um calendário de implantação”, destaca o coordenador do programa, Rony Cláudio de Oliveira Freitas, diretor de Pós-Graduação do Ifes.

Proposta – Elaborada pelo Fórum de Pró-Reitores de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação (Forpog), a proposta de curso foi submetida pelo Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) e aprovada no início de agosto pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Assessoria de Comunicação - Conif
Data: 10/10/2016

registrado em:
Fim do conteúdo da página